Notícias

Em defesa do setor de eventos, Campanha #SOUUMDELES mobiliza as redes sociais

24 de março de 2021
16:11

Promotores, artistas e trabalhadores que fazem da parte da cadeia produtiva do setor estão postando fotos usando camiseta preta, acompanhadas da hashtag #SOUUMDELES e da mensagem: “Sou um dos 6 milhões de trabalhadores do setor de eventos. Um ano sem trabalhar!”

Cerca de 97% das empresas do setor de eventos de cultura estão com as atividades totalmente paralisadas desde março do ano passado, por causa das restrições impostas pela pandemia do Coronavírus (Covid-19). Isso gerou uma crise sem precedentes, com negócios fechando as portas e desemprego. Para conscientizar lideranças governamentais e sociedade sobre a gravidade do problema, profissionais do segmento estão mobilizando as redes sociais com a campanha #SOUUMDELES. 

Promotores, artistas e trabalhadores que fazem da parte da cadeia produtiva do setor estão postando fotos usando camiseta preta, acompanhadas da hashtag #SOUUMDELES e da mensagem: “Sou um dos 6 milhões de trabalhadores do setor de eventos. Um ano sem trabalhar!”. “Nosso foco é: manter as empresas vivas e os empregos. Sem elas, todo um hub setorial que orbita em torno dos eventos sofrerá consequências ainda mais graves dos que já ocorreram neste ano de paralisação. Nosso objetivo é conscientizar a sociedade que o segmento, que está totalmente paralisado, tenha alguma segurança e proteção neste momento”, alerta Doreni Caramori Júnior, empresário e presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE, um das entidades que apoiam o movimento. 

E completa: “Queremos que a sociedade também compreenda que este segmento vai além dos artistas e promotores de eventos. Há trabalhadores de todas as classes sociais que estão sofrendo os impactos da crise. Nosso objetivo não é o retorno, mas sim dar visibilidade para o setor que, por vezes, não recebe atenção do poder público e é o mais impactado pela pandemia”. 

No momento, todas as atenções do setor estão voltadas para o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos – PERSE, Projeto de Lei de autoria do deputado federal Felipe Carreras (PSB/PE) que foi aprovado em regime de urgência pela Câmara dos Deputados e aguarda, agora, a apreciação do Senado. A aprovação do PL e posterior sanção presidencial  são essenciais para promover crédito, preservação dos empregos, manutenção do capital de giro das empresas, financiamento de tributos e desoneração fiscal do segmento que é o mais afetado pela crise. 

Sobre a ABRAPE

Criada em 1992 com o propósito de promover o desenvolvimento e a valorização das empresas produtoras e promotoras de eventos culturais e de entretenimento no Brasil, a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE tem, atualmente, 400 associados, sediados em todos os Estados da Federação, que são verdadeiros expoentes nacionais na oferta de empregos diretos e indiretos e na geração de renda, movimentando bilhões de reais anualmente. A entidade congrega as principais lideranças regionais e nacionais do segmento, tem no portfólio de associados empresas como a Live Nation, Opus Entretenimento, T4F e mega eventos, como o Festival de Verão de Salvador e a Festa do Peão de Boiadeiros de Barretos.

Assessoria de Imprensa – ABRAPE 

Conteúdo Empresarial – Comunicação Integrada 

11 – 3230-7434 / 13 – 3304.7437

Atendimento à Imprensa 

Alessandro Padin

[email protected] 

13 99111-0663

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

MAIS NOTÍCIAS

TV ABRAPE

Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Refinanciamento, Dívidas Fiscais, não Fiscais e FGTS
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Indenização Sobre Folha de Pagamento
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Crédito para Sobrevivência das Empresas
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Manutenção de Empregos
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Relação de de Consumo com Cancelamento e Adiamentos de Shows
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Desoneração Fiscal