Notícias

NOTA DE REPÚDIO

20 de janeiro de 2022
15:42

São Paulo, 20 de janeiro de 2022.

David Almeida, o setor de cultura e entretenimento exige respeito!

A Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE lamenta profundamente as declarações do prefeito de Manaus (AM), David Almeida, que, em entrevista concedida a um portal de notícias local, chamou de criminosos os profissionais do setor de cultura e entretenimento por serem responsáveis pelas aglomerações e, consequentemente, aumento nos índices de casos de Covid-19 na capital amazonense.

Somos solidários aos colegas profissionais dos 54 setores que integram toda a cadeia produtiva do segmento na cidade e reiteramos o que temos afirmado com frequência: Gestores públicos vêm utilizando o setor de eventos de cultura e entretenimento como bode expiatório para mascarar as próprias deficiências na administração da crise. O caso de Manaus é mais um e demonstra um desrespeito covarde e incoerente.

Enquanto Manaus e o resto do país viviam os seus piores dias na pandemia, o nosso segmento ficou totalmente paralisado, em um cenário com empresas fechando e desemprego crescente. Quando a cidade enfrentou uma situação caótica em 2021, o setor de eventos estava totalmente parado, ou seja, se há algum responsável pela pandemia esse certamente NÃO é o setor de eventos! O prefeito precisa fazer a lição de casa antes de opinar sobre a dos outros!

O próprio Governo Federal reconheceu, por meio de portaria, que fomos os mais prejudicados. Mesmo assim, respeitamos todos os procedimentos sanitários, em total sintonia com as necessidades da sociedade naquele momento.

No entanto, desde o último trimestre de 2021, estamos retomando as atividades, voltando a movimentar a economia e gerar empregos, sem que isso tenha impactado nos índices epidemiológicos. Ao longo de quase dois anos, elaboramos e aperfeiçoamos protocolos sanitários para oferecer segurança e os resultados são aferidos pela ciência: Eventos em ambientes seguros e controlados são viáveis.

Não somos responsáveis pela crise. Não podemos dizer o mesmo dos governos que, despreparados, não atendem as demandas de saúde pública!

Então, chega! Os gestores públicos precisam informar corretamente a sociedade e cumprir seus compromissos, sem responsabilizar, de forma simplista, o nosso segmento. 

David Almeida, o setor de cultura e entretenimento exige respeito!

David Almeida, o setor de cultura e entretenimento exige uma retratação urgente, para que esta injustiça com o setor não se perpetue!

Queremos a continuidade da retomada com suporte da ciência, racionalidade, coerência e justiça!

Sim à retomada!

Sim à ciência!

Sim à racionalidade!

Sim à coerência!

Sim à justiça!

Associação Brasileira dos Promotores de Eventos – ABRAPE

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

MAIS NOTÍCIAS

TV ABRAPE

Webinar MP 1.101/2022
Webinar Passe Verde
Senado, setor de eventos e Turismo discutem veto do Perse no tema desoneração fiscal
Audiência pública sobre veto do PERSE- Desoneração fiscal 02/07/21
WEBINAR PERSE – Refinanciamento de débitos fiscais com a união (tributários e não tributários
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Refinanciamento, Dívidas Fiscais, não Fiscais e FGTS