Notícias

MANIFESTO ABRAPE

22 de setembro de 2021
10:01

É hora de voltar! 

Merecemos a retomada imediata dos eventos em todo o país!

Esta carta tem um tom de cansaço e de indignação. Completamos exatos 18 meses paralisados e escrevemos para que toda a sociedade brasileira entenda o que está acontecendo com o setor de eventos no Brasil.

Não aceitamos o rótulo injusto de sermos um risco para a sociedade neste momento! É hora de voltar! As manifestações de todas as bandeiras políticas que tomaram o País no dia 7 de setembro mostraram que é possível a retomada do convívio em massa. Passados dez dias, os números de casos seguem reduzindo consideravelmente. 

Nós, empreendedores e trabalhadores dessa imensa cadeia produtiva que envolve mais de seis milhões de pessoas, fazemos parte do setor que mais colaborou com o combate à pandemia do coronavírus (Covid-19). A comprovação é simples: Estamos paralisados, sem shows, eventos sociais e empresariais, festas populares, apresentações circenses, entre outras atividades.

Conscientes da necessidade de  regras sanitárias, continuamos seguindo todos os decretos e medidas, por vezes draconianas, para manter a segurança das pessoas. Olhando para outros setores, contudo, muitos deles com ambiente de grandes aglomerações já retomam à normalidade com a flexibilização.

Não há mais o porque só nosso setor esperar!!

Queremos que governos parem de usar o nosso setor como muleta para mostrar serviço e prestar contas. Já sofremos demais com as dívidas que se acumulam e o desemprego que não para de crescer. Hoje somos um “setor em risco”, que não suporta mais seguir proibido de trabalhar.

É hora de voltar! 

As campanhas de vacinação avançam e exemplos bem sucedidos empreendidos em outros países demonstram que é possível retomar as atividades no modelo tradicional. É a ciência que nos garante condições seguras de enfrentar a retomada, inclusive diante de variantes que poderão aparecer.

Com base nisso, exigimos uma posição firme dos poderes públicos pela:

1) A retomada integral, sem restrições, para público 100% imunizado dos eventos em todos os seus formatos.

2) isonomia no tratamento dispensado a outros setores. Formatos similares a outros segmentos já liberados em atividade devem ser autorizados imediatamente

Queremos liberdade para trabalhar, isonomia no tratamento  para  retomarmos as atividades, o justo. Há décadas que o país reconhece o potencial social e econômico dos eventos, mas a prática ainda está longe do que pressupõe a teoria. É hora de mudar. Nos candidatamos a ser o principal vetor para a retomada pujante da economia dos municípios, dos estados e da nação. 

É hora de voltar!

Assessoria de Imprensa – ABRAPE 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram

MAIS NOTÍCIAS

TV ABRAPE

Senado, setor de eventos e Turismo discutem veto do Perse no tema desoneração fiscal
Audiência pública sobre veto do PERSE- Desoneração fiscal 02/07/21
WEBINAR PERSE – Refinanciamento de débitos fiscais com a união (tributários e não tributários
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Refinanciamento, Dívidas Fiscais, não Fiscais e FGTS
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Indenização Sobre Folha de Pagamento
Entenda os Pontos do #PERSE​ (PL5638) – Crédito para Sobrevivência das Empresas